Quinta-feira, 17 de Abril de 2014
  
  Login




  Anterior   |   Próximo   |   Voltar ao Índice   |
Visualizando Municípios: 62 total  


 SANTA ISABEL DO RIO NEGRO



Aspectos Históricos
Após e expulsão dos jesuítas da Amazônia, em 1661, o povoamento do rio Negro é relativo a partir de 1695 com a chegada de religiosos de outras congregações que, com a finalidade de catequizar os índios, vieram fundando vários povoados ao longo do rio.
Em 1728 é fundada a Missão de Nossa Senhora da Conceição de Mariuá, berço da atual cidade de Barcelos.
Em 1760, estabele-se um destacamento militar e, em seguida se constrói um forte no local onde hoje é a cidade de São Gabriel da Cachoeira. Toda a região constitui então a capitania de São José do Rio Negro, com sede em Barcelos. Aproximadamente meio caminho entre Barcelos e São Gabriel da Cachoeira, floresce a povoação da Ilha Grande, à margem direita do rio e defronte a essa incidência geográfica que lhe deu o nome.
Em 1931, quando é definitivamente restaurado o município de Barcelos, a região do atual município de Santa Isabel do Rio Negro fazia parte de seu território.
Em 29.12.1956 pelo desmembramento determinado pela Lei Estadual nº 117, é criado o Município de Santa Isabel do Rio Negro, com sede na vila antigamente chamada Ilha Grande. Em 04.06.1968, pela Lei Federal nº 5.449, o município é enquadrado como Área de Segurança Nacional. Em 10.12.1981, pela Emenda Constitucional nº 12, Santa Isabel do Rio Negro perde parte de seu território em favor do novo município de Bittencourt.
Limites
• Município de Barcelos
• Município de Maraã
• Município de Japurá
• Município de São Gabriel da Cachoeira
• República da Venezuela
Localização: 6º Sub-Região - Região do Alto Rio Negro

Altitude: 50 m acima do nível do mar.

Área Territorial: 58.082 Km²

Temperatura Média: 27,5º C

Acesso: Via Fluvial

Distância
• Em linha reta entre Santa Isabel do Rio Negro e a Capital do Estado, 620 Km.
• Por via fluvial entre Santa Isabel do Rio Negro e a Capital do Estado, 772 Km.
Atividades Econômicas
• Setor Primário
- Agricultura: suporte econômico do setor, absorve a maior parte da mão-de-obra local; com destaque para a mandioca, abacaxi, arroz, cana-de-açúcar, feijão e milho. E nas culturas permanentes destacam-se abacate, laranja, coco, banana, limão, manga e tangerina ao nível de subsistência.
- Pecuária: não tem representatividade para a formação econômica do setor, registrando-se pequenas criações de bovinos, suínos e bufalinos.
- Pesca e Avicultura: é praticada em moldes artesanais e sua produção é voltada para o consumo familiar. Não incrementa economicamente o setor primário.
- Extrativismo Vegetal: aparece em pequena escala, baseando-se na exploração de gomas não elásticas, aparecendo num plano mais distanciado, a castanha, a piaçaba e borracha.

• Setor Secundário
- Indústrias: usina de beneficiamento de arroz, serrarias, padaria e olaria.

• Setor Terciário
- Comércio: varejista.
- Serviço:
 


  Anterior   |   Próximo   |   Voltar ao Índice   |
Visualizando Municípios: 62 total  


Copyright 2001-2013 © Biblioteca Virtual do Amazonas - Todos os Direitos Reservados.